Continuando na sequência de entrevistas realizadas após a exibição do episódio 8×13, de The Flash, que marcou a morte de Frost, Danielle Panabaker conversou com o podcast “Hall of Justice”, apresentado por Seth Everett.

O episódio está disponível no Spotify. Acesse no link ou escute abaixo.

O episódio 8×17 de The Flash marca a quarta vez de Danielle Panabaker como diretora.

Confira as informações divulgadas sobre o episódio:

8×17 – “Keep It Dark”

DANIELLE PANABAKER DIRIGE – O Flash (Grant Gustin) sai de cena para procurar respostas sobre um novo metahumano na cidade. Enquanto isso, Allegra (Kayla Compton) faz de tudo no CC Citizen Media para proteger uma fonte e amigo.

Danielle Panabaker dirigiu o episódio escrito por Kristen Kim e Emily Palizzi.

Data de exibição: 08/06/2022

O episódio 8×13 de The Flash trouxe o final do arco de uma das personagens de Danielle Panabaker na série. Frost se despediu da trama ao morrer heroicamente, salvando todos do terror do vilão Deathstorm. Ao TVLine, Danielle conversou sobre a morte da personagem e sobre a 9ª temporada da série.

Confira:

O texto a seguir contém spoilers do episódio 8×13, de The Flash.

O episódio 13 da 8ª temporada não foi um de sorte para uma personagem antiga de The Flash.

A boa notícia do episódio “Death Falls” é que o terror assassino de Deathstorm terminou. A triste notícia é que, ao subir de nível para se tornar “Hellfrost” e, em seguida, enfraquecer Deathstorm de seus poderes mortais, a doppelganger de Caitlin não aguentou o calor e morreu no leito médico do S.T.A.R. Labs.

A morte foi, de muitas maneiras, um pouco poética, visto que a membro do elenco original Danielle Panabaker entrou pela primeira vez na persona de Killer Frost para um episódio da segunda temporada que também viu o co-estrela Robbie Amell estrear um visual de Deathstorm, na Terra-2. Agora, a repetição do vilão de Amell na oitava temporada abriu o caminho para Frost ficar permanentemente congelada.

Panabaker disse ao TVLine que quando o showrunner Eric Wallace falou sobre esse arco para ela durante o hiato do verão passado, “Minha única pergunta foi: ‘Nós realmente vamos matá-la?’ Porque não parecia certo fazer uma farsa. Esta precisava ser sua morte real, a fim de se sentir verdadeira e honesta.”

O próximo passo foi trazer de volta alguns ex-atores da série, para facilitar a triste despedida. “Sempre foi o plano esperar que Robbie [Amell] voltasse como Deathstorm, e estou muito feliz por ter funcionado com sua agenda”, diz Panabaker. “Nós sempre trabalhamos muito bem juntos.”

Embora ela não tivesse assistido no momento em que conversamos, Panabaker estava “muito orgulhosa” do episódio final de Frost, em parte porque o episódio também envolveu vários membros do Team Flash sendo visitados/atormentados por “fantasmas do luto”, como Eddie Thawne, Nora Allen, o pai de Chester e o primo de Allegra.

“É um episódio enorme”, observa Panabaker. “Em retrospectiva, havia muitas histórias diferentes que eles contaram nesta segunda Graphic Novel da 8ª temporada que têm um peso diferente para eles quando você percebe que também é o fim da jornada de Frost.”

Enquanto isso, a despedida de Frost serviu diversos momentos tensos, incluindo quando Deathstorm atormentou a “irmã” de sua noiva por não ser nada além de uma “cópia” sem alma, ou quando Mark, também conhecido como Chillblaine, temeu o pior, tendo feito tantos planos para o futuro dele e de Frost. “A escrita foi realmente estelar”, diz Panabaker. “É bom ter a oportunidade de interpretar todas essas emoções diferentes.”

Além de tudo isso, ela que já foi conhecida como Killer Frost – apresentada como uma personalidade alternativa, vilã e meta-aprimorada de Caitlin durante o arco Savitar, mas finalmente se dividiu em um personagem próprio – saiu como uma heroína.

“Uma das minhas coisas favoritas sobre interpretar Frost nos últimos dois anos é o quanto de transformação ela passou, em termos de realmente se assumir e assumir a responsabilidade por suas ações”, reflete Panabaker. “Foi um uma ótima jornada, com certeza.”

Saindo desta última baixa (que, como observa Panabaker, é praticamente uma coisa anual para Barry e companhia!), como o Team Flash reagirá?

“Acho que cada membro da equipe terá uma jornada diferente”, prevê Panabaker. “Para Barry, que está aqui há mais tempo, será um desafio para ele aprender a seguir em frente. Mas será mais significativo para Caitlin.

“Ela já perdeu muito em sua vida e só recentemente chegou a um lugar bastante simbiótico com Frost”, continua a atriz. “Elas certamente tiveram seus altos e baixos ao longo dos anos, então será mais difícil para Caitlin. E ela vai sofrer de várias maneiras diferentes, o que é realista e autêntico.” Ou seja, a cientista muito sensata da equipe pode, digamos, agir de maneira inesperada? “Absolutamente”, sugere Panabaker. “Há negação, raiva, ressentimento…. Ela provavelmente vai passar por tudo isso antes do final desta temporada.”

E o que vem a seguir para a própria Danielle? The Flash foi renovada para a 9ª temporada depois que Grant Gustin assinou um novo contrato para continuar como o velocista titular. Mas desde então, Jesse L. Martin anunciou que está deixando o elenco regular da série (para encabeçar um piloto da NBC), e nenhum outro membro do elenco original foi anunciado como contratado para a próxima temporada.

“Espero voltar…”, disse Panabaker, que dirigiu o 17º episódio desta temporada (de 20), ao TVLine. “Vou dizer que fiquei muito surpresa ao ver que renovaram para mais uma temporada. Acho que emocionalmente, eu, pelo menos, estava planejando que a 8ª temporada fosse a nossa última. Mas sou grata ao show e aos fãs, e espero que haja mais história a ser contada.”

Fonte: TVLine
Tradução e adaptação por Danielle Panabaker Brasil

O ator Robbie Amell, intérprete de Ronnie Raymond em The Flash, está de volta para uma participação na 8ª temporada da série. O episódio que inicia a volta do personagem vai ao ar nessa semana, e o ator conversou com o TV Line sobre as circunstâncias de seu retorno e como foi voltar a trabalhar com Danielle Panabaker.

Confira:

O último episódio do Flash deu aos espectadores muitas informações novas para atualizar: a Chama Negra que tem aterrorizado Central City e aparentemente se alimentando da dor não ninguém menos que… Ronnie Raymond, o marido há muito tempo morto de Caitlin?!?

Logo após o rosto de caveira da Chama Negra confrontando Caitlin e citando Ronnie, o TVLine conversou com Robbie Amell sobre a natureza de sua nova volta, que começa nesta quarta-feira na The CW .

Junto com “coisas sobre as quais ele pôde falar livremente”, Amell com a ex-parceira de cena Danielle Panabaker filmou alguns novos flashbacks de Ronnie/Caitlin que são espalhados ao longo do episódio dessa semana, intitulado “Resurrection”.

“Foi muito divertido fazer isso”, Amell confessou. “Eu não via Danielle há anos, porque quando eu estava em Vancouver filmando Upload e ela estava filmando The Flash no ano passado, era o pico de COVID e nunca tivemos a oportunidade de nos reunir. Então foi muito bom vê-la e ver Grant [Gustin] e falar sobre ter nossas famílias, porque já faz tanto tempo.”

E como qualquer pai aqui sabe, a experiência pode te dar um pouco mais de idade!

Danielle e eu brincamos sobre como definitivamente não parecemos a mesma idade que tínhamos quando os flashbacks deveriam acontecer”, Amell observou com uma risada. Na verdade, o flashback que abre o episódio desta semana se passa há uma década, em 2012, pois captura o primeiro encontro do futuro casal no S.T.A.R. Labs.

“Achei muito fofo”, lembrou Amell. “Eles fizeram um bom trabalho ao mostrar a você a faísca entre eles que você não viu na primeira temporada. Foi realmente encantador.”

Para as coisas mais complicadas…. Amell considerou-se inadequado para explicar exatamente como Ronnie morto evoluiu para a Chama Negra. “Essa é uma boa pergunta, e pessoas muito mais espertas do que eu deveriam responder”, ele admitiu. (De fato, Caitlin com alguma ajuda de Chester explica para nós nesta quarta-feira à noite.) “Mas eu já morri três vezes no programa – ou foram quatro? – então, se eu puder voltar tantas vezes, isso não deveria ser tão surpreendente.”

No entanto, enquanto Caitlin acha que a revelação chocante é cientificamente sólida, outros no Team Flash são levados a ponderar uma possibilidade alternativa. E isso prepara o cenário para brigas internas entre amigos.

“Sim, é difícil confiar em uma chama negra gigante com aparência de caveira. Realmente não pinta um quadro aconchegante!” Amell (com precisão) anotou. “Eu ficaria um pouco cético se fosse eles.”

Fonte: TVLine
Tradução e adaptação por Danielle Panabaker Brasil