No último final de semana, Danielle Panabaker esteve em Londres para a convenção Heroes & Villains Fan Fest. Como parte de sua participação na convenção, ela concedeu entrevistas para a imprensa, uma delas por telefone para o site DC Comic News, onde a atriz revelou sua frustração com a história de sua personagem na 4ª temporada de The Flash, quais personagens gostaria que aparecessem novamente na série, também falou um pouco sobre seus trabalhos voluntários e mais. Confira a tradução da entrevista na íntegra:

Entrevista exclusiva com Danielle Panabaker

Sexta-Feira, 25 de Maio de 2018. 11h15 horário do Reino Unido. Meu telefone estava tocando.

Eu sabia que a ligação viria desde a tarde anterior, mas ainda estava me acostumando com a natureza surreal dessa conversa em participar. Realmente não acreditei até que apertei o botão verde na tela do meu celular e aquela voz tão familiar me trouxe ao mundo real. Isso realmente estava acontecendo. Os organizadores da HVFF me pediram para preparar uma lista de perguntas para Danielle, que foi generosa o suficiente para responder. Então, aqui vamos nós.

DC Comics News: Olá?

Danielle Panabaker: Ei, aqui é a Danielle Panabaker ligando para o Steve.

DCN: Oi, como você está?

DP: Estou bem e você?

DCN: Estou muito bem, obrigado. Você está no Reino Unido ou está ligando dos Estados Unidos?

DP: Estou aqui [Reino Unido] para uma convenção. A convenção começa amanhã. Estou sofrendo um pouco com o fuso horário.

DCN: Não é a melhor sensação, eu sei. Muito obrigado por separar um tempo para falar com a gente, isso é incrível. Então, você já viu as perguntas?

DP: Sim. Eles enviaram para o meu agente, e todas pareciam boas, então… eu vi elas brevemente.

DCN: Bem-vinda a Londres. O que você está achando até agora?

DP: Tem sido ótimo! Não está chovendo, e estou animada para sair e explorar um pouco.

Uma recepção congelante…

DCN: Eu assisto The Flash toda semana, e essa temporada foi incrível. Você interpretou duas personagens… Caitlin e Killer Frost. Como você se sente podendo explorar sua atuação dessa maneira?

DP: Tem sido fantástico! Sou realmente grata pela oportunidade. Nós já fizemos 92 episódios da série e geralmente quando você faz algo desse tipo, interpreta apenas um personagem. Tem sido ótimo interpretar Caitlin e ver ela crescer e evoluir. E o novo desafio e entusiasmo de ter Killer Frost como parte dela também tem sido muito divertido.

DCN: O relacionamento realmente começou a crescer entre os dois lados da personagem na 4ª temporada. Você acha que veremos mais disso na 5ª temporada?

DP: Eu acho que uma das minhas frustrações este ano com a 4ª temporada é que, na metade da temporada, eles estavam tão animados em ter Killer Frost lutando com a equipe, que eles não diminuíram a velocidade e explicaram como isso aconteceu… como isso transição foi feita. Minha esperança é que, para começar, Caitlin descubra como trazer Killer Frost de volta na 5ª temporada, mas também que teremos mais tempo para explorar essa dinâmica.

DCN: Aquela cena incrível de Caitlin como criança, e o acidente com a bicicleta, vendo seu reflexo no espelho na verdade sendo o rosto de Killer Frost… aquilo me surpreendeu!

DP: Essa foi uma boa surpresa. Eu estava realmente feliz que eles finalmente estavam aproveitando o tempo para explorar a um pouco mais do passado e da história de Caitlin.

Novidades…

DCN: Eu sou fã da série desde o começo e você está lá desde o primeiro dia. Nós, como expectadores, realmente sentimentos que vocês são uma grande família. Como é trabalhar todos os dias com essas pessoas?

DP: A dinâmica certamente mudou nos últimos quatro anos. Eu acho que entrar na série, para muitos dos atores, foi o primeiro trabalho deles, e eles estavam muito animados por estarem lá. Isso certamente mudou, quatro anos depois. Nós somos como uma família. Nós nos amamos, mas ninguém é perfeito [nós dois rimos] e certamente também temos nossos problemas.

DCN: Então, quem é o mais brincalhão?

DP: Definitivamente Tom Cavanagh! Nós temos tanta sorte de ter Tom, ele é um veterano tão experiente e possui uma energia incrível que ele traz para o set. Quando ele não está por perto eu realmente percebo, porque ele ilumina nosso dia.

DCN: Sabemos que a Batwoman se juntará ao time ano que vem, pelo menos para os crossovers. Como você se sente sobre isso, e que outros personagens você gostaria de ver na série?

DP: Quer saber o que é engraçado? Vocês tem mais informações do que nós temos.

DCN: Sério?

DP: Sério… Eu vi Franz [Drameh] essa semana e há muita desinformação por aí, porque ninguém sentou e nos explicou o que está acontecendo. Obviamente, estamos em hiatus agora, e será por mais um mês, mais ou menos. Então, quando voltarmos ao trabalho, tenho certeza de que terei mais informações sobre o que está acontecendo no próximo ano para a 5ª temporada. No entanto, eu sinto que ao longo dos últimos dois anos nós apresentamos um bom número de novos personagens. Eu acho que seria legal começar a ver alguns deles voltando também.

DCN: Boa resposta! Quem você gostaria que retornasse?

DP: Eu acho que Trajectory foi incrível! Sei que estamos começando a nos afastar dos velocistas, mas acho que ela foi uma grande adição à série.

DCN: Legal.

DP: Obviamente ver Mark Hamill voltar como o Trapeceiro (The Thickster) é algo que sempre queremos. E penso que o Mestre dos Espelhos (Mirror Master) é um grande vilão para o Flash nos quadrinhos, e sinto que não conseguiram explorar completamente o personagem. Então, esperamos que eles façam isso em algum momento.

DCN: Sim, ele é um dos grandes! Então, está claro que você está por dentro do universo de Flash. Antes de trabalhar na série, e desde então como é seu relacionamento com os quadrinhos?

DP: Antes de The Flash eu não sabia nada sobre quadrinhos, então tem sido uma educação incrível. Sempre que eles falam “Oh, isso é X, Y e Z”, eu sou a primeira que precisa pesquisar no Google quem é a pessoa. O número de vezes que cheguei no Carlos [Valdes] e disse, “Quem é esse?” são muitas para contar.

DCN: São tantos herois. Você foi uma heroina incrível em Sky High, então obrigado por isso.

DP: Aww. Eu me sinto tão sortuda por ter feito parte disso. Foi um elenco muito especial e um grupo de pessoas muito talentosas

Equipe Flash e o Universo de Arrow.

DCN: Há algum ator que você gostaria de trabalhar junto?

DP: Eu gostaria de passar mais tempo em Supergirl. Eu acho que a série tem tantas mulheres incríveis. Eu trabalhei com Melissa Benoist algumas vezes, mas não em uma quantidade significativa. Eu adoraria ir até lá e interagir um pouco mais com essas mulheres .

DCN: Para finalizar, terminarei com a pergunta que sempre tento trabalhar em minhas entrevistas. E recebo muitas respostas variadas e diferentes. Obviamente, você recebeu milhares de perguntas ao longo dos anos, mas há uma pergunta que você gostaria que alguém lhe perguntasse, mas nunca fizeram? Qual é essa pergunta e qual é a resposta? O que você gostaria que seus fãs e nossos leitores soubessem sobre você? Danielle. A pessoa.

DP: Não sei se tenho uma pergunta que gostaria que tivessem feito, mas acho que é importante continuar a retribuir. É algo que eu tento fazer na minha vida pessoal, e espero poder inspirar aqueles que são fãs da série e meus fãs, a continuarem a retribuir também … em qualquer competência que fale com você. Eu me voluntario muito com organizações sem fins lucrativos, como The Art Of Elysium, e trabalhei para a The Young Storytellers Foundation e a UNICEF por anos. Essas são as organizações que falam comigo. Espero que todos possam encontrar o programa que fale com eles e tentar retribuir da maneira que puderem.

DCN: Isso é incrível. Isso é inspirador, porque você está realmente dando muito além de atuar para apoiar e ajudar outras pessoas que precisam de você. É muito apropriado para a sua personagem de alguma forma. Eu vejo muito de você na Caitlin. Ela é uma grande parte da série. Nós, como fãs, a amamos por muitas razões: Para mim, Barry é os braços e pernas do time Flash, com Iris e Joe. Cisco pode ser o coração e Harry pode ser o cérebro… mas Caitlin é como o sistema nervoso, a coluna vertebral e a caixa torácica que protege e mantém tudo junto e funcionando. Trabalhar como inspiração com o seu trabalho, assim como fora dele, é realmente incrível.

DP: Uau, eu aprecio isso. Obrigada.

DCN: Falar com você foi uma alegria imensa. Muito obrigado.

DP: É o meu prazer. Obrigado por assistir a série e ser um grande fã.

DCN: Espero que eu possa dizer olá pessoalmente nos próximos dias, já que eu estarei no Fan Fest neste fim de semana.

DP: Oh, perfeito! Fantástico…. te vejo em breve.

Fonte: DC Comic News

Tradução por Danielle Panabaker Brasil

—- CONTÉM SPOILERS DO EPISÓDIO 4X23 “WE ARE THE FLASH” E DA 5ª TEMPORADA DE THE FLASH —-
(mais…)

O canal televisivo Hallmark anunciou nesta terça-feira que Danielle Panabaker protagonizará o a comédia romântica natalina “Christmas Joy”.

Danielle estrelará a produção ao lado do ator Matt Long (Timeless). As gravações do filme começaram ontem (23) em Vancouver e tem previsão de término no dia 11/05.

A estreia de “Christmas Joy” na televisão americana será no final deste ano.

Danielle Panabaker é conhecida por trabalhos de qualidade em diferentes gêneros e somos especialmente gratos por tê-la em nosso canal neste Natal,” disse Michelle Vicaty, Vice-Presidente Executiva de Programação e Publicidade da Crown Media Familia Networks.

Danielle e Matt Long apresentam performances animadas nesta comédia romântica sobre o amor em uma pequena cidade na época do Natal, enquanto capturam o tema do best-seller de Nancy Naigle, que é que a magia do Natal abrirá seu coração e lhe trará alegria eterna,” conclui Vicary.

Em “Christmas Joy”, Joy Holbrook (Danielle Panabaker) é uma pesquisadora de mercado muito inteligente de olho na principal conta de sua empresa e conquistando uma promoção a tempo das férias. Assim que Joy está chamando a atenção do CEO, ela recebe uma ligação da melhor amiga de sua tia Ruby em Crystal Fall – Carolina do Norte. Ruby quebrou o tornozelo e precisa de cirurgia. Embora o momento não pudesse ser pior, Joy imediatamente vai ficar com sua tia e se reecontra com sua antiga paixão, agora administrador de hospital, Ben Andrews (Matt Long), filho da melhor amiga de Ruby, Shirley. Joy também deve encarar a teimosa determinação de Ruby de estar no controle de tudo, incluindo a lendária e anual “Cookie Crawl” da cidade, um passeio a pé em casa, onde os proprietários exibem decorações natalinas e se presenteiam com biscoitos de Natal enquanto competem para ganhar o premiado Golden Wreath Award (Prêmio da Coroa de Ouro). Para manter Ruby focada em se recuperar, Joy se voluntaria para tomar o lugar de sua tia como presidente do Cookie Crawl, para o divertimento de Ben que sabe que Joy não tem ideia da grande tarefa diante dela. Embora Joy inicialmente recusa as tentativas de Ben para se tornar o “co-capitão”, ela começa a ceder e dá espaço para ele, o tempo todo se lembrando que realmente não há lugar como a sua casa para as férias.

Christmas Joy é baseado no romance best-seller escrito por Nancy Naigle e produzido pela Silver Bells Production Ltda, com Greg Malcolm e Vicki Sotheran como produtores. O filme é dirigido por Monika Mitchell com roteiro escrito por Jennifer Maisel e Tracy Andreen.

Fonte: BroadwayWorld

—- ATENÇÃO! ESTA POSTAGEM CONTÉM SPOILER DO EPISÓDIO 4X18 “LOSE YOURSELF” DE THE FLASH!! —-

No último episódio de The Flash, 4×18 “Lose Yourself”, em batalha com Clifford DeVoe, Caitlin Snow perdeu seus poderes e demos adeus à sua alter ego Killer Frost. A atriz Danielle Panabaker concedeu entrevista ao Entertainment Weekly e comentou sobre o desaparecimento da personagem.

Confira:

Ralph não foi a única vítima do embate da Equipe Flash com o DeVoe na semana passada.

Após absorver os poderes de Ralph, DeVoe usou a habilidade de mudar o DNA das pessoas do metahumano Melting Point para efetivamente roubar as habilidades de Caitlin (Danielle Panabaker) em The Flash – em outras palavras, Killer Frost não existe mais.

“Isso afeta muito ela,” Panabaker conta ao EW. “Emocionalmente, a afeta, mas também logicamente. Há essa cientista e médica dentro dela que precisa de respostas, então veremos ela tentar várias técnicas diferentes para tentar trazer Killer Frost de volta, e isso a leva a se aprofundar mais sobre quem é Killer Frost.”

A perda de Killer Frost não poderia vir em um momento mais difícil para Caitlin, que realmente começou a consolidar seu vínculo através de notas que elas deixavam uma para a outra enquanto a outra estava inconsciente. “Eu sinto que este ano nós soubemos muito pouco de Killer Frost vs. Caitlin e como são essas duas dinâmicas”, diz Panabaker. “Eu sinto que ainda há muito o que aprender sobre Killer Frost e Caitlin, e assim que estávamos começando a ver um pouco sobre isso, Killer Frost é tirada dela.”

Assim, o ato covarde de DeVoe torna Caitlin mais determinada do que nunca na derradeira batalha para derrubá-lo. “Isso dá a Caitlin uma conexão pessoal com o Thinker e por que ela também está comprometida em impedi-lo.”

Mas agora que Caitlin está sem poderes, ela também está em desvantagem e, portanto, é colocada para ajudar a equipe de longe. “Isso a frustra, com certeza”, diz Panabaker sobre Caitlin não estar no campo. “Há um momento em um dos episódios onde o Flash olha para Cisco e Caitlin e diz ‘Ok, vistam seus trajes,’ e então ele olha para Caitlin e diz ‘Oh’. É um momento triste onde a equipe não tem mais Killer Frost para confiar.”

“Afeta a equipe não ter as habilidades de Killer Frost no campo,” continua Panabaker. “Mas nós também vemos um crescimento em Caitlin, e eu acho que ela também quer se destacar e continuar ajudando no que ela puder.” E ela irá. Quando EW esteve no set de gravações no começo do mês, Caitlin definitivamente estava em uma missão como ela mesma.

Quando sua busca para encontrar Killer Frost falha cientificamente, Caitlin vai encontrar ajuda em alguns lugares surpreendentes, particularmente com uma dica de Joe. “Com base na sua própria experiência policial, ele está tentando guiar Caitlin e diz que às vezes você tem que olhar em uma direção diferente, o que leva Caitlin a olhar em uma direção diferente, não só para tentar encontrar respostas para Killer Frost – por que ela foi embora e se ela pode recuperá-la – mas também no contexto mais amplo da Equipe Flash e obter a ajuda que eles precisam.”

Fonte: Entertainment Weekly

Tradução por Danielle Panabaker Brasil